ETA, que encontro! +1 | ETA, que teta!

2 de setembro de 2009

ETA, que encontro! +1

Eu sei que sumimos por duas semanas, isso parece uma eternidade pra vocês, eu sei. Vocês fizeram passeatas, queimaram kombis, fuscas e brasílias e suas rodas brancas intactas, e eu estamos de volta, não! É, nem um pedido de post foi solicitado, que decadência, rs.
Whatever, o que eu vim contar agora é sobre o nosso novo vício: se encontrar com estranhos, rs. Ok, não são totalmente estranhas, são parcialmente (viu julia?!). Como fizemos no último post, saímos com a Júlia Ôdri, e agora com duas novas amiguës, a Ramoskinha (*-*), e a Fabys. Nós queríamos sair da nossa realidade, fugir de um contexto gelado do asfalto da estrada cool, então, nada de paulista e nada de shopping! Marcamos de nos encontrar numa praça lá em Pinheiros, a praça Benedito Calixto, que rola lá todo sabado uma feirinha que vende coisas antigas, muito legal mesmo *-* (no fim do post tem o endereço tal, confiram).
Estava eu aqui em casa pulando de raiva que o meu colega de blog e a Lolly, que eu também chamei, não chegavam em casa para podermos sair. Ai que chega o gui, e a lolly, nada. Do nada eu vejo no final da rua surgindo, vinha Lohaine desfilando seu 1,68 e... NATHALIA?! É, a Lolô vinha acompanhada da nath-cool, eu falei comoassim? Mas isso não importa, tudo bem, não vai atrapalhar, acreditei. Ai também chamaram a Jubs, ai já quem está no inferno, abraça o capeta, rs. Ela chega, tal, e quando eu falo: 'ok, vamos pegar o ônibus', e a nath: 'espera? pra que onibus? aonde a gente vai?', OMFG, a Lolly além de chamar toda galerë pra um encontro nosso, não fala pra onde vamos, é uma incopetência, rs. (brinqs lolô).
O básico de sempre: ônibus do jardim São Paulo, metrô, e descemos na estação Clínicas. Tivemos muita vontade de entrar no cemitério, mas a Ju, sempre precavida alertou sobre os perigos vespertinos de um cemitério, rs. Além do que estávamos um tanto atrasados. Pegamos a Teodoro Sampaio e descemos muito, quando falo é muito, é muito, rs. No começo parecia Santana em horário de pica, mas depois o público foi melhorando, virando mais rock and roll, é, a Teodoro é a rua que tem muitas lojas de instrumentos. E então finalmente encontramos a bendita praça Benedito Calixto. É, tinha muita gente, fact, mas até ai tudo bem porque já tinhamos combinado aonde ficar.
Quando cruzamos a barraca de porta retratos, desviamos de uma velha que fedia naftalina e nossos olhos se encontraram, vimos aquelas três sozinhas garotas. Não resistimos e fomos falar com elas. Ok, não foi tão 'romântico' assim, mas foi especial tá? (erm, pelo menos pra mim!). Ai tal, como eu disse a semana inteira e ninguém acreditou: ia ficar um clima estranho nossas amigas da realife e as nossas amigas da virtualife, não ficou exatamente um clima estranho, só falta de afinidade. Por isso, a Lolly, a Ju e a Nathcool se afastaram e foram andar sozinhas.
A gente andou por horas conversando, vendo as velharias que estavam expostas pra venda nas barraquinhas e descobri que tem coisa muito legal pra enfeitar meu quarto, fiquei encantado. Além dos óculos de velho que estão voltando com tudo que estão muito baratos, lá na faixa dos 30$!
O pior é quando fomos lá num mercadinho lá em cima, e quando olhamos: cadê o gui? Ele estava lá tras conversando com um indiano que era o sósia do Radesh, rs. Vou contar uma coisa pra vocês, segredo, o gui tem uma mania muito boa de um lado, pero ruim de outra, é assim... ele não consegue ignorar alguém! Mesmo que seja o mendigo pedindo esmola, ele tem que prestar atenção, rs. Ai ele veio todo feliz com dois convites para uma festa indiana, rimos muito, claro! Quando já estávamos absortos (existe essa palavra?) de tanto andar, sentamos na calçada parecendo uns indigentes. Ali agente bateu um lero e tal e coisa, e do nada aparece OUTRO INDIANO, só que esse não estava vestido tanto a carater, ele começou a falar dos alimentos, do sofrimento das vaquinhas, eu olhava pra fabys e me dava tanta vontade de rir. Mas aprendemos muito com ele! Por exemplo, no livrinho que ele vendia estava escrito 'comer carne causa perda de beleza', fala sério! Euri, mas respeito muito quem tem essa força de vondade (:
Ai 'na hora de dar tchau', fiquei mó vermelho porque estava de mão dada com a vi e do nada a fabys fala: 'oi pai', e chega o pai dela, rs. Ok, não estava fazendo nada de mal, mas, erm, sabe como eu sou, rs. Ai elas foram embora e ficamos sozinhos lá, momento triste do post. Mais triste ainda é quando eu quis entrar numa loja e testar o violão! SHUASHUAS gamei nos instrumentos de lá *-*
Ok, essa 'história', que parece anedota, aconteceu já há umas duas semanas, mas nós, escritores do blog, temos mais o que fazer ok? NOT.
Vou falar o que aconteceu nessa última semana pra manter vocês dentro da fofoca: A Silvia bate na Yvone, o pai da Júlia volta, ok, brinks. a) Estamos todos satisfeitos com o @guilhermepotter pelo avanço dele na questão amor, fim. b) Outro dia, fomos no Festival Internacional de Curtas de São Paulo e tinha uns filmes muito brisas, mas foi legal. c) No mesmo lugar que teve o evento do outro quesito, o CCSP, vi o show do Nasi, ex-ira! E fico impressionado de gente que não conhece ele, sério. d) t.d.a. brinks, rs. É, acho que é só isso.

PS.: É, eu encontrei alguém que me faça sair da vida de muleque piranha, rs *-*

6 comentários:

biag disse...

nem comento nada , ja comentando DKLMFD u_u
e eu li bjs

Na Minha Infância disse...

acho que me tornei um tetafan.

Gui disse...

ninguém fica absorto de tanto andar HAUHASUHSAUHAUHA (e até que o radesh era simpático HEHEHE, not)

Anônimo disse...

SHUAHSUAHSUA. a julia ódri é muito gata, véio!!!!

julia odri disse...

nem li bjs

Juliana disse...

ulalaaa