ETA, que teta!: Agosto 2009 ETA, que teta!: Agosto 2009

24 de agosto de 2009

ETA, que sleepover!

...ou ETA, que encontro! II

(Continuação do post anterior, dica)

Depois do dia exaustivamente legal com a Julia Odri, Camila e nossas já conhecidas cocotinhas, eu e o Henrique fomos pra casa do Giovanni. Ele foi embora um pouco cedo, o Julian apareceu lá e nós começamos a gravar um negócio lá no Justin.tv (vocês sabem, aquele negócio em que se grava aqueles videos ao vivo e as pessoas legais - ou não - comentam nele; muito utilizado por famosos tipo erm, a Preta Gil n rs).
Estava começando a ficar legal quando o Julian começou a apresentar sinais de gripe suina (mentira, ele só estava com dor de cabeça, acho HEHEHE tenso) e teve que ir embora - e foi então que, por umas 3h, eu e o Giovanni ficamos naquela porrinha viciante, gravando erm nada. Ok, cantamos uma versão pseudo-exclusiva de Ele era amigo deles e outros sucessos, comentamos umas coisas ao vivo, fizemos umas piadinhas (...sem graça rs) e arrumamos o maior barraco com um cara lá, o famoso e único Taylor (que, eu JURO, achava que era uma mulher. Qual é, não é nome de mulher? Quantos homens conhecemos Taylor? Quero dizer, fora o Taylor Jacob Lautner e tals), que começou a fazer umas perguntinhas muito chatas e relativamente... indiscretas. Além de se pagar de rico fodão, residente de Alphaville e com 18 anos (o que eu acho super mentira, ele devia ter uns 13, NO MÁXIMO). Bom, nossos esforços de detonar a figurinha se devem pricnipalmente ao Moe - a quem, de coração, eu agradeço HUAHSUSAH dei altas risadas rs. É uma pena não termos tirado nennhum print para colá-lo aqui depois :\
Who cares, o Taylor dava audiência pro nosso webchat, então só fomos embora de madruga. Eu já ia passar a noite (e a semana HEHEHE. erm, not) lá mesmo, então que se foda o horário rs (na minha casa eu já estaria na cama há eras rs, fatão)
Como nosso objetivo era tentar virar pelo menos a noite-madrugada, lá fomos nós em busca do que fazer. Então começamos a assistir Descolados (erm vocês sabem, aquela série cool da MTV que tem uma atriz me lembra muito a Lulu rs, by the way) - do 3o ao 5o episódio, que eu não tinha visto ainda.
Ok, 30 minutos: zzz EBA, Descolados!
Mais 30 minutos: ZZZZ quase dormindo.
MAIS 30 minutos: ZZZZZZ erm, que? (e eu começava a mudar o nome das coisas rs, tamanho meu sono)
Acabamos de ver isso umas 5h e pouco. Enrolamos até 6h, e CONSEGUIMOS: ficar com mais sono. E o Giovanni não sentia sono, eu acho. Só sei que eu virava pro lado no chão (é, isso mesmo. Eu dormi no chão! Sintam pena de mim. Erm, mentira, até que foi confortável pra um chão - pelo menos consegui corrigir minhas costas rs) e eu só ouvia aquele "Blablabla, whikas sachê" HUAHSAUH e, como eu sou uma pessoa boa que não deixa os outros no vácuorulez, eu sempre falava "ZZZ...Ahn? Mals, quase dormi aqui rs".
BOOOOOOOM. Resumindo, fomos dormir umas 6h30 da manhã (horário que eu acordo pra ir pra escola rs, comofas) e eu acabei acordando 10h30 com o Marcel, irmão do Giovanni, abrindo a porta do quarto mow de supetão e perguntando relativamente alto pra mãe dele "Eles já acordaram?". É, minha vontade de atirar meu tênis na cabeça dele foi REALMENTE gigantesca, mas eu consegui fingir estar dormindo, virar do outro lado e dormir rs. Just his luck.
Acordei 11h e pouco com o Giovanni no telefone falando com não sei quem. Ok, eu levantei, fiz todo o ritual matinal - nem precisei me arrumar, tinha dormido com minha roupa mesmo HAHAHAHA (e nem tinha feito bombinha, quase morri *asmático*) e esperei meu pai ir me buscar, pois iamos sair e tals.
Sabe pra onde fomos?
Pro supermercado. Compra mensal.
Just MY luck QQQ

PS: Eu queria divulgar esse outro blog http://issosoacontececomigo.wordpress.com/, dei altas risadas com ele ontem. Dica da Mari (: obs: leia o da "igreja universal", o do "cocô na casa da namorada" e o do "demitido por justa causa" rs, TENSO; obs2: me mijei de rir com o da Disney também - apesar de duvidar que seja verdade rs.

19 de agosto de 2009

ETA, que encontro!

Sabe aquela coisa que seus pais sempre te falam quando você era criança - alguns até hoje? Aquela história toda de "não fale nem marque encontro com estranhos, principalmente os da internet"? É, alguns podem achar uma coisa meio louca e tudo o mais. Outros acham isso tão normal quanto respirar ou ir a uma festinha promiscua feito a Bubba. Mas nós, do EQT, não fazemos esse tipo de coisa.
Quero dizer, ir a uma festinha promiscua feito a Bubba.
Mas nós fazemos o tipo de coisa de nos encontrarmos com estranhos (ok, mentira, foi minha primeira vez e eu juro que achei que nossas... convidadas fossem velhos de 50 rs. not), e foi o que meu adorado e estimado colega de blog me avisou por telefone alguns dias antes de nos encontrarmos no cinema para irmos ver Brüno.
Tá, e esse é o comecinho da jornada incrivelmente longa que eu vou relatar nesse post. Talvez fique gigantesco, talvez não; vou tentar ser o menos chato possivel. Caso você seja um verdadeiro TetaFan, continue. Se não estiver afins de ler, comente um "nem li" e vá procurar algo mais útil pra fazer (idéia do gibaborat, vamos ver se funciona - o post anterior teve 12 comments rs)
Depois da desventura dos nossos queridos amigos na Bubba (na qual eu não estive), marcamos de ir ver um outro filme épico no cinema - Brüno. O foda era que iamos ver em um shopping, e tals, mas acabamos indo em outro e algumas coleguinhas não puderam ir rs (desculpa, juro que não foi minha culpa). O filme, que era pra 18 anos, acabou sendo mais fácil do que imaginávamos pra entrar - e mais fácil ainda pra assistir, uma vez que, tirando a gente, tinham mais três pessoas na sala (sendo que uma cocotinha saiu no meio do filme porque "odiou" rs, vak).
Resumindo: o filme foi muuuuito cool. Mas igualmente nojento, mesmo. Não vou fazer spoilers, apenas engane os caras do cinema e VÁ (caso você seja menor de 18 anos, i mean) ;D Só sei que eu ri demais com umas partes lá rs, OJ rocks.
Na saída do filme, fomos ver a exposição de 50 anos da Barbie no andar térreo - depois de choradeiras por parte da Lolly cocotinha and stuff. Tinha Barbie de tudo o que você imaginar - Bárbie Férias em um Pet Shop encantado, Barbie Mamma Africa, Barbie traveco rs, SÉRIO. Bom, ficamos um tempo lá, ficamos enrolando mais e mais e eu acabei chegando em casa 11h30 da noite rs, diver hein.
Acordei cedo no dia seguinte, nosso encontro às escuras com as famosas (?) Julia Odríííí e Camila, umas cocotinhas (rs, brinks. encarem isso como algo não pejorativo) ai que conhecemos (ou pelo menos eu conheci) no justin.tv-msn. Fui até a casa da criança Giovanni, e de lá fomos para o metrô Santana nos encontrar com o Likito cool. Descemos na Consolação e fomos pra Livraria Cultura nos encontrar com elas - e a quiamsa do Gibaborat pegou um balão do Viena que deram pra ele pra sermos melhor-identificados n
Bom, elas estavam lá. E vamos dizer que foi uma situação meio... estranha HUAHUHSA. Imagine uma criança estranha chegar perto de você com um balão de gás , com dois outros atrás. Bizarro, eu acharia, pelo menos rs - ainda mais depois de dois desses garotos estarem usando o gás de dentro do balão pra fazer a voz ficar (mais) estranha HUAHUASHSAHU
De tudo o que fizemos, só vou chamar atenção pro que interessa. Nos infiltramos no meio de um protesto #ForaSarney que estava tendo lá no MASP e ganhamos uns narizes de palhaço :D (...com gripe suina, ainda creio nisso rs) e fomos, mais tarde, pro Center 3 (ou Center-Ê, segundo a Bru HUAHSAUHAHUS ridemais) assistir algum filme legal no cinema. Bom, até que tinham umas opções boas lá - mas depois de tanto chorar e espernear (hum, not), seguimos a opinião do Gibavidalok e fomos ver "Marido por acaso" (aquele com a Ulma Thurman que não é o famoso e bizarro Kill Bill).
Até que o filme era bom, vai. Pelo menos, eu até que prestei bastante atenção no filme. Agora, quanto ao outro G, hum rs. Bom, ele olhava pro lado esquerdo dele a cada 10 segundos. E depois de uns minutos fazendo isso, eu só observei uma massa negra do meu lado e um celular jogado nada brutalmente nas minhas mãos nnnnn rs
Saimos então para a Livraria Cultura e quem não encontro lá com a MESMA roupa que a minha? HÁ, a excluidinha do Brüno, Lulu rs *-* (e eu só fui descobrir que o livro que ela tinha nas mãos aquele dia era do bisavô dela hoje, comofas)
Tá, até que eu gostei das meninas lá, mesmo :D (deviamos começar a fazer mais esse negócio de sair com estranhos, mesmo HASUHSAUHSAUHSAHU n) Elas foram embora, e nós ficamos fazendo uma horinha lá pra nos encontrarmos com as outras cocotinhas (Nath, Lolly e Bru) que estavam vendo o show do Zecafodão. Quando elas chegaram, o Giovanni e a Lohaine trocaram as confidências sexuais deles lá, e fomos embora pra casa.
Mentira, eu e o Henrique ainda fomos pra casa do Gibaborat fazer... nada rs
E eu vou parando por aqui, por enquanto. Não vou fazer algo muito cansativo, nossa semana vai render mais uns dois posts rs
TO BE CONTINUED

NEXT EPISODE: falaremos da inclusão digital de alguns seres na mais nova rede cool da internet, o justin.tv; a virada nada-cultural até as 6h30 da manhã; o inferno arrastando pessoas por ai; dentre outras. Comentem, próximo post vai ser continução desse.
Valeu galerë, é isso ai :D (fim do post um)

10 de agosto de 2009

ETA, que Bubba / Açaí / EQM

Quando eu vou começar um post, sempre penso num título, com o nome do que centralizou a aventura, mas desta vez vou relatar uma bad trip muito louca que passei, rs. É, vai ser longa, então se não quer ler, comenta 'nemli' lá embaixo, bjs. Ah, mais uma coisa antes de iniciar: esse post não vem criar uma visão homofóbica, só uma visão não-promiscua. Então, vamos começar os trabalhos...
Depois de tanto a Lolly insistir, chorar e me chantagear, ela conseguiu me convencer a ir na tal balada pseudo-cool 'bubba', ok, eu já estava meio com vontade de ir (secret), só que eu não ia sozinho com um monte de meninas, tipo, se elas falassem que iam no banheiro e sumissem? Erm, eu sempre desconfiei disso, não confiem, UASHASUH. E por isso chamei o Julian, que logo ele chamou o Rodolfo, um amigo zl dele, rs. BRIMKS, ele é muito gente boa. E então lá vamos todos nós no metrô... lolly, nath-cool, ju-normal, a janinha *-*, yo, o Julian e o Rodolfo. Tá que o Julian não parava de cantar 'não é facil, manter a franja lisinha, tenho que fazer escova e chapinha...' ¬ Saimos no Anhangabaú, quando me falaram que era perto do metrô já imaginei uma coisa um tanto, estranha, vamos dizer rs. A menina-lô disse que sabia perfeitamente aonde era, se convencendo a subir a rua, entrar nuns becos, cruzar com uns vendedores de crack, até chegarmos... à lugar nenhum, estávamos perdidos. Eu falei pra ela perguntar ao simpático velhinho aonde ficava a tal balada e fui repreendido por um 'esse velho é muito alternativo, não?', uai, O VELHO NÃO PODE SABER AONDE FICA A RUA? rs. Ela perguntou a ele, e nós rimos de verdade porque o senhor mostrava as ruas na mão dele e do nada vimos ele apontando pro céu, será que a bubba fica no céu? Não mesmo -q Ele tanto falou, mas não ajudou em nada, não sabíamos chegar ainda, a rua em que ela tinha anotado era só 'rua carvalho', CÉUS! Quantas ruas 'carvalho' existem por ae? Mas até que enfim fomos seguindo o fluxo de pessoas 'alternativas', e com a ajuda do jornaleiro encontramos um beco chamado 'Álvaro de Carvalho'. Sim, era um nome composto o nome da rua! rs. Passamos por baixo de um monte de viadutos, pontes e tal, até avistarmos no longe uma massa negra. Eu falei: 'puta merda, quanta mina!'.
Foi então que eu senti na pele o que é ser o Ronaldo, aquelas 'minas' que eu tinha visto na verdade eram 'minos', PELÉS, propriamente ditos, rs. Eu falei: 'não entro ai nem fudendo', a Lolly tinha me dito que não era uma balada gay, eu acredito nela, porque ela ficou meio surpresa quando viu aquela parada gay fora de época, rs. Não sou preconceituoso (tá, só um pouco), mas não gosto de promiscuidade, de jeito algum estou falando que todos homossexuais são promiscuos, mas aqueles que lá se encontravam eram por demais! Eu decidi que ia embora quando eu vi um encoxar o outro LEGAL, eu fiquei pasmo (sim, eu ainda não tinha visto essas coisas), não consegui pensar nas coelhinhas (seminuas/nuas) vendo aquele tanto de gente estranha, já estava imaginando que quem ficava olhando o poli dance era as garotas! E então eu achei mais prudente eu sair, ou melhor, nem entrar. Já que eu não pactuo com bailes funks com putas feias, musica ruim, e promiscuidade, não iria pactuar a uma balada emo com muitos gays, musica emo, e promiscuidade, sinceramente (esperando a polícia bater na minha porta, rs). Então foi eu, o Julian e o Rodolfo embora, eles não conseguiam falar nada, estavam brancos de medo, rs. Se eu estava pasmo com tudo aquilo, imaginem eles! E então eu fui andando, abaixando a cabeça, tirando meu cabelo (que eu achei super alternativo aquele dia), devolvendo o óculos cool da lolly e ir andando pro metrô sem ser xavecado, coisa que é impossível. Dito e feito: na esquina eu ouço uns gritos: 'ô viado, viadinho', eu pensei: 'vsf suas bichas loucas!', rs. Até eu sentir alguém me puxar, era o andrey e o xexé. Eles estavam realmente cools, erm, se isso significa rebelde sem causa eles estavam por demais *-*, brinks caras. Eles até tentaram ver se eu não ia ficar, que ia ser legal, mas ficava imaginando aquela encoxada nojenta que eu comentei logo atrás, rs. Aê descemos a rua.
E o metrô era na esquina da rua, risosmil. Demos muitas voltas e o metrô era do lado da balada, rs. Então ficamos sem rumo, era quase 5hs, iriamos perder o dia, mas então pensamos: vamos lá num barzinho da engenheiro, eu estava com dinheiro, cai pra dentro. Tivemos que enfrentar o rotineiro trânsito de Santana às 6 da tarde, e então pegamos ônibus. Duas indivíduas (muito feias, aliás), se sentaram no banco preferencial, mas como não tinha nenhuma pessoa que se mereça preferência, fiquei de boa. Até que no meio do caminho sobe um velhinho no ônibus, mas era realmente bem velhinho, lá pela casa dos 70 anos. Ele precisava do lugar. Fitou as baianinhas e suplicou com o olhar a vontade de sentar na cadeira, e elas? Nada, as fdps não fizeram absolutamente nada. Ele então foi (mancando) pro fim do ônibus, aonde OUTRA velhinha cedeu lugar à ele. Eu fiquei indignado, mas não falaria nada porque não quero apanhar num busão lotado, rs. Esperei chegar no meu ponto, e então cutuquei as mocinhas e disse: 'Moça, essas duas são cadeiras preferenciais, caso a senhora já tenha lido, quando tiver idosos, tem que ceder o lugar, boa noite', e desci do ônibus (tá que não foi tão bonito assim, só sei que foi assim rs). Foi tão prazeiroso ver a cara de 'sou cocota' delas mostrando o dedo do meio pela janela *-*
A gente chegou lá na Engenheiro, num barzinho que vende açaí, pensamos em comprar cerveja, mas é muito ruim, fact. Então encontrei a bebida mais gostosa e barata: batida. Pedimos tal, sentamos numa mesa na calçada, com uma construção atrás -q A bebida veio, PELO AMOR DE DEUS, nunca vi algo tão forte na minha vida! Eu acho que era aquelas batidas prontas e concentradas, ae fez ela ficar assim, rs. Só sei que consegui tomar meu copo e ainda sair acordado de lá, porque eu fico com muito sono quando eu bebo, rs. Mas minha noite só estava começando.
Fui pra casa, com medo de estar alteirado, nada demais, normal. Descobri que ia dormir com meu pai, legal -q
Ele pegou eu e meu irmão, fomos pra casa da pseudo-namorada-atual dele, e depois fomos pro Habiba. Lá eu dei muita risada, uma porque quando chegamos uma mesa já gritava: 'QUEREMOS COMER, QUEREMOS COMER', o atendimento ali já não seria dos melhores, percebi. O homem anotou os pedidos tal, ok. Demorou muito pra chegar a comida, mas chegou certa, pelo menos. Depois quando eu estava comendo, jurei que estava no episódio do restaurante da Dona Florinda, porque o garçom caiu com todos os sucos, fazendo maior sujeira e logo depois o outro garçom também escorregou, aumentando o monte de sujeira! Eu me rachei de rir, mas ai acho que foi ai que meu carma aconteceu (ou a macumba do cara): no carro, de volta pra casa, deitei no carro (já era 2hs da manhã), e tipo, do nada, minha garganta simplesmente fechou e não conseguia passar mais nada de ar, eu fiquei desesperado, nunca tivera sem ar! Pedi pro meu pai parar o carro, comprar uma água, eu não conseguia nem assoprar! Não sei como, aquilo foi passando e fiquei mais ou menos bem. Mas no caminho, meu pesadelo só estava começando: comecei a ter indícios que estava tendo uma EQM, uma experiência quase morte, rs. Eu via saindo das árvores figuras mitológicas, tipo anjos, cavalos sem cabeça, até a morte eu vi. E então, acho que como estava na bad trip muito louca da batida + habib's, comecei a tramar uma história de como é estar morrendo, eu vi dois leões me saudando, os soldados falando que a segurança havia sido rompida, trabalhadores ajudando no progresso da civilização, e tudo isso com figuras que eu vi mesmo na rua, como duas estátuas de leão, dois vigias noturnos, operários...
Quando eu cheguei em casa comecei a tremer demais, não estava tão frio, eu tinha muito calafrio, nunca tinha tido uma coisa como essa! Eu pensei então, nessa parte da minha história, que deus e o diabo estavam travando uma batalha dentro da minha cabeça! UAUSHASUHASU, não gente, eu não fumei nada nessa noite, rs. Pois então eu apaguei e acordei sem camisa no dia seguinte, não lembrava o que havia acontecido na minha história, quem foi o vencedor, nem o perdedor. Acho que isso foi um surto de inspiração (ou de insanidade total, rs), mas eu sei que vou tentar passar pro papel isso, rs.
Esse post ficou mostruosamente grande, mas eu aposto que tem muitas coisas ainda que não comentei e vocês nem mereçam ouvir, rs. Repetindo: não foi homofóbico isso, foi anti-promiscuo. Eu até iria, se não fosse tão 'sem-vergonha', como estava rs. Agora sou uma criança traumatizada, uhules! Na próxima vez vou no clube loft, rs. OU MELHOR: no U.QUE CLUB, funk 100% cool -n, se na american pie não tiver tantos elementos estranhos eu vou, rs. Adeus.

ps: Sexta estréia Brüno, bora? *-*

7 de agosto de 2009

ETA, que 3 por 1! (literalmente)

Bom, talvez os acontecimentos agora citados não estejam na ordem certa. Mas foram os acontecimentos... digamos... "marcantes", que aconteram ao longo dessa semana - não necessariamente na mesma ordem.
No sábado (se não me engano), marcamos eu, o sr Gi e a srta Ju de irmos na Paulista fazer... nada *-* rs. Mas até que foi divertido: andamos pelo Center 3, vimos umas lojas de roupas legais, fomos na Livraria Cultura, andamos pela Augusta, andamos um pouco (mentira, três estações, dica) pela avenida, fomos no McDonanld's, tiramos algumas várias fotos... É, foi legal :D Fomos embora de noite já rs.
Bom, nesse meio tempo nosso amigo Giovanni começou a sua vivência na C&A... E eu tinha que ir lá, não ia ser nada ético se eu não fosse. Bom, na segunda eu logo não pude ir - nem na terça, acabei indo na quarta. Bom, antes de chegarmos lá, ainda tem mais dois factos rs
Primeiro facto, segunda feira eu acabei indo pro trabalho da minha mãe. Não foi lá muito produtivo de manhã-tarde... Vi uns quatro episódios de GG em inglês-inglês... fiquei no orkut-msn-twitter... Li uns capitulos de HP7... Fui no shopping Eldorado dar umas voltas... Mas finalmente comprei meu dvd da quarta temporada do Friends, finalmente *-* Cheguei na empresa já assistindo o primeiro episódio rs. Ok, a parte legal (ok, na hora não foi nada legal) foi o telefone tocar na sala onde eu estava, e eu atender REALMENTE distraido, achando que era minha mãe e tals... Mas era uma criatura falando em inglês n. É, minha mãe redirecionou uma ligação pra mim e NEM ME AVISOU gr vak. Bom, depois de confundir o nome do cara com o nome da empresa, até que eu me sai realmente bem - como nas outras três vezes anteriores (apesar de até hoje eu não ter certeza se compreendo o inglês britânico quite well).
Segundo facto: day off na casa da Pati :D Depois de eu convencer o @gibaborat e a @lolly_s a irem (gr, até que foi dificil), todos fomos - juntos, no mesmo carro, junto com a @n7singh e a @morganicatarino. Ah, e a Sandra, mãe da nathi cool, que levou a gente (valeu tia! rs)
Chegamos lá, já estavam os primos dela (e uns amigos, acho), a Kaka (que não mudou de roupa 2837268759 vezes dessa vez HAUHASUHSAUH) e a Mari. Sentamos em volta da mesinha lá e ficamos jogando imagem e ação... de mímica - que é beeeeem mais divertido, dicona (e meu Alasca arrasou HAUHSAUH bjs); depois ficamos tagarelando... comemos pizza... tagarelamos mais... a pati ficou um cu comigo por um tempinho lá... Jogamos "eu nunca" umas duas vezes... eu e a nathi viramos masseuses rs, é... Fomos embora 9h30 da noite ;D
Bom, noooo dia seguinte... Eu finalmente fui no... "trabalho"... do outro dono dessa porra aqui rs. Acordei cedo, e fui A PÉ pro shopping (ok, nem foi tão cansativo assim, estava com meu mp4 rs - só a camisa preta que estava queimando minhas costas como brasas do inferno) e chegando lá, dei uma voltinha... outra voltinha... e entrei na C&A. Olhei umas roupas lá (a maioria bem brega, C&A já foi melhor), dei uma volta, uma menina realmente simpática me atendeu... e HÁ, ele estava lá. Ok, fingimos que não nos conhecemos direito, ele me mostrou umas roupas lá (até que a calça jeans era bonita, talvez eu compre, estou precisando de uma), me deu o telefone da Maria e da Mayumi (que já estavam no shopping), e eu me encontrei com elas na Saraiva. Ficamos lá um pouco, fizemos uma horinha até dar 13h... Fomos na C&A esperar o indigente sair... e fomos comer (... umas minas ai rs) no McDonald's - sei lá, comia até um boi, estava morrendo de fome.
Andamos mais, fomos levar as meninas lá pro estacionamento de cima - já que o pai da Maria ia pegar elas, e depois de elas irem embora, voltamos pro shopping e fizemos mais um tempo lá. Andamos, fomos na Chilly Beans namorar o óculos do Giovanni e o meu óculos (ok, encontrei um MUITO mais barato e MUITO mais legal do que o wayfarer-caro-da-chilly-beans rs), andamos mais... e fomos na Saraiva - onde nós despertamos o nosso espirito criativo, empreendedor e capitalista (não vou comentar muito, só espero poder dizer "breve no Tetashop" HAHSAUH). Montamos uma enquete de pesquisa de mercado, ligamos pra umas pessoas (vide, Carolina, Henrique, um cara que zoou da cara do Giovanni, e... minha mãe - ok, ela que me ligou, só aproveitei a oportunidade rs), anotamos tudo... E pegamos um ônibus pra casa.
Acabei indo encher o saco na casa do Gi mesmo rs, ficamos lá no pc. Vi o segundo episódio do Descolados, finalmente (depois me passa o resto ok?), implorei um pouco de água, etc etc etc... É, foi legal também :D Mas meu pai foi me buscar depois n
Fui pra casa, fiquei sem fazer nada... Liguei o pc mais tarde, e quem estava lá? Giovanni e Julian no justin.tv, fdp HUAHUHASHUASHU perdi um tempinho(ão) lá, depois cansei e desliguei - Melhor assistir show do milhão rs
Bom galera... Isso aqui deve ter ficado gigante. Desculpem fazer ler vocês lerem isso tudo - mas se você ler um pouquinho por dia, você chega lá ;D
Ontem foi um cuzinho. Fez o maior calor, o Giovanni puta tinha ido no clube com o Henrique, a Lolly cocotinha ia sair com a mãe dela... Fiquei em casa sem fazer nada. Minha impressora não funcionava direito, minhas notas do colégio sairam TODAS erradas (gr, vou ter que ir lá resolver essa porra), estava CALOOOOR (e deus sabe como guilherme nervoso + calor não funcionam)... Resolvi dar uma volta com a Jully, uma gigantesca - que inclui desde minha casa-pracinha da lolly, da pracinha da lolly-quase horto florestal; Até que resolveu, me senti muito melhor e com menos calor depois disso rs (foi aniversário da minha mãe, by the way - parabéns atrasado do EQT *-*)
Estou indo viajar hoje, volto no domingo - e volto ás aulas na segunda nnn. Próximo post semana que vem, espero poder gravar o Tetacast 5 até lá.
Au revoir, see you all soon :)

2 de agosto de 2009

ETA, que 3 por 1!

Uma noticia boa e uma ruim, a boa é que o estado de São Paulo suspendeu as aulas da rede púbrica, e com isso, muitos colégios particulares deram uma de maria-vai-com-as-outras e também cancelaram a volta às aulas, tá, maravilha! Vocês devem estar pensando 'ah, que mal há em não ir para a escola durante quase 20 dias (pro gui-gui-boy só 10, HAHA)? Ai é que está, eu vou para a escola, aos sábados ou no final do ano. Reposição de aulas é uma maravilha, não acham? q Tá, vamos discutir um pouco sobre essa atitude de não-aula: fizeram isso para as pessoas que chegassem de viagem no final de julho checarem se não possuem a H1N1 e se tiverem doentes, se tratarem nesses 20 dias, só que não pensaram em uma coisa: quando quem estiver viajando e souber que as férias vão até dia 17, vão continuar viajando e só voltarão perto das aulas e vai passar aos colegas a h1n1, se possuirem. Tá, mas não vim falar aqui sobre a gripe suína, se quiserem saber mais sobre a gripe, acessem o maior site de humor do Brasil.
Eu vim de facto aqui falar sobre nosso cinema de quarta :D Então, na última quarta foi eu, o gui e a nossa companheira de filmes de terror, Bru *-* E qual o filme de terror que está passando agora, hein, hein? Halloween. E esse não foi um 'halloween' com ênfase, foi um 'halloween' com tédio, porque o filme é muito chato! Sim, vocês se enganam por ver aquele trailler cool, cheio de sangue, morte, tudo, porque o melhor do filme cortaram. Isso que vocês leram, eles cortaram 26 minutos do filme para as crianças a partir de 14 anos poderem ver -q A parte mais legal, em que ele trucida as pessoas são tiradas descaradamente, tem até uma parte lá que a tela fica branca e só escutamos os gritos da vítima! O filme passou muito rápido, e por isso, tivemos que aguentar a piadinha de um tiozinho, rs. A bru perguntou que horas eram e o carinha falou: '16:05, é que o filme começou atrasado', detalhe: o filme começou as '16:00' -qq
Alright, saimos da sala, decepcionados claro, e vimos uma massa negra andando para uma sala ao lado, eu falei: 'é nóis', como somos bastante imperceptíveis, juntamos à galerë e entramos na outra sala. Curiosidade rondou nossas barrigas, QUE RAIOS DE FILME É ESSE QUE VAMOS VER? rs. Eis a resposta quando perguntamos: 'A Era do Gelo 3', eu queria morrer, claro! O filme mais chato do mundo, rs. Eu estava dormindo na cadeira, e com aquele chá de açaí com guaraná borbulhando na minha barriga foi uma maravilha *-* Até que não foi tão ruim, destaque pra maravilhosa dublagem do TATÁ da Turma do Didi, sério, ele é tão bom rs -n
Quando eu pensei que tinha acabado o sofrimento de ver dois filmes entediantes seguidos, cai do cavalo! Harry Potter na última sala! Ok, HP6 é muito legal, mas ver pela segunda vez num espaço de tempo pequeno é um coo, mas como a Bru não viu, fizemos esse favor pra ela. A dublagem até que é boa (não tão boa quanto o tatá q) , mas no filme o que eu fiquei com a pulga atrás da orelha é ver um menino de o que? 11 anos recostar a cabeça numa menina na minha frente, ok, no começo eu pensei que era um passeio mamãe-filhinho, só que eu sempre estou errado! No final do filme eles levantam e dão um p*** beijo, eu me senti o maior broxa do mundo, rs. E ainda mais porque eu tava zoando ele desde o começo do filme por causa das piadinhas que ele fazia sobre la película, rs. (mas esse menino vai ser uma inspiração pra mim, esperem só gatinhas :*). Vocês devem estar esperando eu falar que saimos dessa sala e entramos na outra né? Não, porque ae já estávamos cansados demais e era quase 22hs, rs. E o guigui-daddy estava esperando e fim, ou não, rs.
Vocês acham que gastariamos a fortuna de 5 reais inteiros vendo só aquela merda de filme de Halloween? Nunca, rs. Porque nós somos o 'ETA, que teta!' e fazemos tudo por uma teta (?) *risos*
PS.: Amanhã começo minha vivência na C&A, não vão me visitar, sério! Eu vou estar trabalhando, não é ético. E estou em dúvida: coloco no meu currículo o EQT ou não? ;s