ETA, que teta!: Abril 2009 ETA, que teta!: Abril 2009

28 de abril de 2009

ETA, que iluminado!

Bom, como nós já haviamos comentado antes... O que um grupo de jovens que não tem nada para fazer no final de semana faria num sábado à tarde? Bom, como primeira opção, vamos marcar para ver um filme, quetal? O iluminado e mais alguma outra merdinha que nossos amigo Gi/Ju/Lolly/Gui escolhessem. Na verdade, acho que só o Gi/Ju/Gui mesmo ;D
Chegando lá, após ter feito duas lições incrivelmente gigantes de Inglês para a prova dessa terça-feira (na qual eu me sai suficientemente bem, thank god), eu me dirigi às favelas de SP - erm, NÃO, eu fui até a casa do Gio-Gio mesmo - e qual não foi a minha surpresa quando dois engraçadinhos (nem tão engraçadinhos assim) me surpreenderam quando eu saio do elevador. Acho que não seria tão engraçado assim se eu tivesse algum tipo de: a) problema cardiaco ou nervoso, onde eu teria um tipo de colapso e morreria (ou iria para o hospital) ou b) alguma crise esquisofrenica ou psicopata, onde eu tiraria alguma coisa realmente pontuda do meu bolso (ou algo que machucasse muito) e mataria todo mundo ali mesmo (ou mandaria eles para o hospital). Mas como não é o caso, eu só me assustei mesmo, e ri que nem um histérico.
Entramos, então, vimos quais filmes iriamos ver (dentre três meus, uns sete da Ju e uns, ahm, MILHÕES do Giovanni. E acabamos decidindo ver Jornalíssimo Eu e Eu, ou vice-versa, by Giovanni (Marcel) Branchini HUAHUAHSHUA
Ok, nem foi tão isso assim. O vídeo durou uns cinco minutos, e depois dele, nossa amiguë pseudo-from UK Lolly chegou, e decidimos ver Os Garotos Perdidos. E não, não são aqueles do Peter Pan, como sei que você acabou de se perguntar, caro leitor. Era só um filminho trash que a Ju nos fez começar a assistir dos anos 80. Mas qual não foi nossa brilhante idéia de começar a dublar a porcariazinha de trash, e voilà: arrumamos algo realmente útil para nos ocuparmos no sábado!
Mas fala sério, se aquela merdinha de Lost Boys estava engraçado, O iluminado seria tipo, LMAO (laughing my ass off, pra quem não tem usado [ou nunca usou] o Omegle recentemente rs), então, lá vamos nós trocar de filme. E nos dividimos entre os personagens (que, quem já assistiu, sabe que são poucos): eu seria o cara louco do mal, a Lolly seria o filho totally weird dele, a Ju seria a esposa nada-bela, mãe do totally weird filho dele, o Gi seria o chef do hotel + vozes adicionais e o Marcelo (primo da menina-Lolô) foi o dono do hotel.
Bom, dentre a nossa trama bem elaborada - que incluia um gigolô, uma gorda submissa, um filho gay que não queria sair do armário e seu dedo do mal, Tony (com quem mantinha práticas sexuais, juntamente com o chef do hotel) e um monte de "AAAAH, SEU PORRA!", qual não é nossa nova surpresa quando nossa putinha Paty chega também *-* Ok, não foi bem uma surpresa, nós a iduzimos a ir até lá - mas qual é, foi por uma boa causa. E como sempre, ela acabou com a nossa festa e fez com que descessemos e ficassemos no frio e no relento ao invés de um local quente e confortável; Fomos então jogar um pouco de baseball/futebol - o que não foi muito legal, ainda estou com um leve hematoma na coxa direita q. Mas foi funny ;D
Depois de centenas de milhares de fotos surpresa e fotos não-surpresa, resolvemos gravar nossa own version de Caminho das Índias, onde, novamente, nos dividimos em papéis - em que eu fui a Maya e a Melissa, a Pay foi o Tarsinho (vide, esquisofrenico-do-mal-que-enxerga-gatos-pretos-caindo-do-teto), o Gi foi o sr. Opash e o Ramiro, a Ju foi o Raj, a Lolly foi a Inês e o Marcel/Marcelo filmaram. E, hare baba, nem preciso dizer que foi um desastre, mas para quem gosta de um bom sadomasoquismo, vide o orkut da Pay no álbum Amigos. De verdade.
Bom, saindo de lá, tomei um banho rápido e fui pra festa da Rê, que comemorou os 12 anos (tipo, JÁ???), e esse foi o meu sábado *-*
Acredite, meu domingo foi pior. Mas deu pra aproveitar ;D

PS: Feriado chegando *--------------* Realmente estou ficando mal acostumado.
PS2: Hoje foi minha primeira prova de Recuperação (na qual eu me sai muito bem, duh); OBS: eu estou fazendo elas por opção própria, hare khrishna! Menos Ecologia, mas tantofas q.
PS3: Hoje também foi minha prova de Inglês, e eu também me sai bem *-* Fala sério, nós somos os que nascemos para a coisa.

24 de abril de 2009

ETA, que Tiradentes!

Entonces, essa semana teve feriado do nosso ilustre personagem da Inconfidência Mineira, Tiradentes Chico Xavier -q
Right, maravilhosa desculpa para alguns jovens que não tem o que fazer se divertir. Bem, na segunda, os maravilhosos escritores desta joça aqui, se reuniram com as srtas Pay e Ju (vide tô puta) para um passeio suuuuuuper não-cool (er, não aguento mais essa palavra, gr): sair no metrô e escolher um destino qualquer, por ironia do destino foi escolhido o que? AVENIDA PAULISTA (nada cool, hein?!). Ok, lá vamos nós pegando nosso rotineiro metrô e desembarcando na estação Trianon-Masp, e Pay como sempre dá a idéia de um lugar hiper 'refinado', a sorveteria groelândia alaska, tradicional, conhecida, renomada e coisa e tal. Mas queeem disse que saberiamos qual o sentido da paulista de encontraria essa tal sorveteria? -n Escolhemos um lado e saimos em busca da felicidade, passamos pelo Conjunto Nacional e entramos na Cultura (e tivemos que aguentar o menino-Gui se emocionar a cada livro do HP ele cruzava, gr), ok, continuando, Paypay descobriu que a tal sorveteria era para oooooutro lado! All Right, vamos nós desnovo para o outro lado, andando (exatamente 2 km e 253 m) fomos percebendo o degradê social que nos acompanhava: cools eram deixados para trás e dava lugar aos pobres suburbanos que habitam a região do Paraiso. Encontramos o tal da Alaska, lugar 'bonitinho' (feio arrumadinho, bgs), é era bem tradicional, tanto que a decoração era de 1900 e guaraná com rola. O cardápio mostrava uma diversidade imeeensa de coisas, e os senhores tradicionais Gui e Pay pefiram o mais comumzinho, já os descolados exóticos e afins Ju e Eu, pedimos um sorvete de Nata com Misk, um tipo de seiva de árvore do oriente, seilá -q. E o gosto não era dos maaaaaaaaais ruins! Tá né?! Agora tinhamos que ir embora, beber, cair, levantar, acho que levamos essa frase a sério demais, que depois nos reunimos na minha humilde residência para afogar nossa tristeza por não ser cool em uma garrafa de Ice (ah, nesse ponto, a Pay já nem estava mais conosco, partiu dessa para melhor). E até que abriu nossa mente, pois após isso começamos a cantoria de diversos sucessos e estreando a música sucesso de jubsmorgani100%vlzn.cachorroloko, 'AI, TO PUTA', que vocês podem conferir no youtube. Right. Fim do Primeiro Ato.
... E início do Segundo Ato!
Bom, como se não bastasse, nós saímos novamente na terça-feira (véspera de volta às aulas, no feriado), mas dessa vez com outros amiguës. Combinamos então eu, meu parceiro de blog e a Bru de irmos no shopps e assistirmos Evocando Espíritos. Beleza, tudo nas mil maravilhas. Eu e o Gi fomos de ônibus até o CN (depois de me sujeitar a passar por debaixo da catraca feito uma lombriga, e de levar um pseudo-soco na cara q), esperar por ela no “ponto de espera do CN” (vide, Saraiva) por mais de uma hora e meia. É, right. Eu comecei a ler Harry Potter e a Pedra Filosofal de novo (*-*) e o Gio Gio continuou a ler Crepúsculo (que está virando febre até entre o X, se depender rs). Terminando de fazer o que tínhamos que fazer na Saraiva, saímos em busca de nossa pequena colega, tentando ligar para ela de todos os jeitos possíveis, inventando teorias porque ela não teria ido... Até que resolvemos voltar para a Saraiva, agora para a área de CDs – quando, claro, eu, tive a brilhante idéia de procurar por ela pelo vidro enorme que dá para a vista da frente da Saraiva que tem na parte de cima. E conseguimos achar ela, no meio de uma multidão! Até que não estamos tão mal assim ;D
Bom, reunidos (junto com uma Robert que eu nem lembro o nome rs), nós nos juntamos com um grupo totalmente inesperado + Thaizinha cool *-* Mas quando fomos comprar o ingresso para a sessão das 6h, qual não é a nossa surpresa quando vimos que a sessão foi adiada para as 8h10! q
Sim, ficamos três horas rondando o shopping. Deu até pra nos encontrarmos com o Tonhão, e a irmã dele com o namorado – que coincidentemente também iam ver o filme. E juntos, enfrentamos uma filinha de algumas MILHÕES de pessoas – mas pegamos um lugar incrivelmente bom e privilegiado no cinema (eu acabei sentando exatamente no meio do cinema). E nos cagamos de medo/sustos lá por umas duas horas.
Do mal o filme hein, ASSISTAM! *-*
Bom, saindo de lá nos perdemos do Tonhão-vela + family e fomos com a mãe do Gi e o irmão super hiper mega ultra cool and funny dele (que eu ainda acho que irá curar o câncer, junto com a Kaká (vide, irmã da Paty) e a Amélia (vide, irmã mais nova da Yoyo) para nossas casas, ainda nos cagando de medo (por causa do barulho do carro, que era igual à música de terror no filme, e porque eu estava escutando demais o.o) ;D
Mas foi legal, e nós vamos repetir isso mais vezes, absolutely!

PS1. by Gui: Minhas notas do boletim chegaram ;x E tem uma boa variedade de notas, eu diria. Estudar Ecologia esse fds!!!
PS2. by Gui: Minha prova de inglês já é nessa terça, comofas?
PS1 by Gi: Esse post é meio a meio, bgs.PS2 by Gi: Ainda estou tendo provas.

20 de abril de 2009

ETA, que show!

OMFG, vai estrear novamente!!! :D
Depois de mais de cinco anos (e, infelizmente, eu não tive oportunidade de ver na época), vai estrear de novo no Teatro Abril o musical da Broadway A Bela e a Fera, da Disney, no dia 30 de abril *-*

Sinopse Oficial: Era uma vez, em uma terra distante, um príncipe muito egoísta que vivia em seu belo castelo. Em uma noite de inverno, bateu à sua porta uma velha mendiga que ao pedir abrigo ofereceu uma singela rosa como recompensa. Tendo seu pedido negado, a velha senhora se transformou em uma bela feiticeira e lançou sobre o príncipe um feitiço que o transformou em uma monstruosa fera, e todos os seus empregados em objetos encantados. Com o príncipe, a bruxa deixou uma rosa mágica e um espelho como a única visão para o mundo. Para que o feitiço fosse desfeito, o príncipe teria que aprender a amar e ser amado por uma mulher, antes que a rosa encantada perdesse todas as suas pétalas. Caso contrário, ele teria pra sempre a aparência de uma horrível fera. Vários anos se passaram e o príncipe perdia a esperança de livrar-se do feitiço até que surgiu na província uma jovem chamada Bela.
Os ingressos variam muito, de acordo com o lugar que você quer sentar - duh. Mas realmente os preços não estão caros, e EU PRECISO IR NISSO AÊ, pronto ;D
Pra quem tiver interesse, o site é esse aqui. Have fun *-*
PS. Hoje vamos pra Paulista amiguës, então, se alguém está afim de cometer um atentado terrorista contra a gente, ou nos sequëstrar - ou até mesmo tomar um sorvete do McDonald's com a gente q, estaremos lá ;D (er, não, não apareçam)
PS2. Faltam menos de 3 meses pra estréia de HP6!!! *-*

3 de abril de 2009

ETA, que sexta! [2]

O que eu vou contar vai ser meio que o post anterior - porém under my vision ;D
Bom, hoje foi a minha ida à Paulista. Eu peguei carona com a mãe da I (e graças a Deus não precisei pegar um ônibus lotado de gente (farofeira), que nos deixou na estação de metrô - e juntos, fomos eu, ela, a A e mais um menino que eu não lembro o nome (mas ele era legal, anyway). E qual não foi a nossa surpresa quando UM CARA TENTOU ASSALTAR A I (na verdade, eu não vi, estava lendo nessa hora q)! Isso mesmo! Quero dizer, não assaltar - acho, mas se não foi uma tentativa, foi uma brincadeira de muito mal gosto :B Foi engraçado, quando todo mundo começou a rir (e e eu percebi que algo estava acontecendo) - depois que a A começou, claro. Senão, só Deus sabe o que teria acontecido o.o
Bom, chegando na Paulista, nós fomos comer no non-surprising centro capitalista de todo o mundo - McDonnald's (e tenho certeza que você não comeria mais lá depois dos videos que circulam pela internet, dica). Tudo beleza, até um cara vir nos atender.
Primeiro de tudo, eu não ri (nem nenhum de nós) porque ele era gay, veja bem (nós não temos nada contra eles, não nos processe), mas... Tá, foi engraçado como ele falou HSUAHAUHASUHAUHA e eu juro que quase não aguentei - mesmo com as duas mãos no rosto pra ele não ver.
Após comer o número 1 com tudo o que eu tenho direito (vide, ketchup q), nós nos fomos ao Objetivo para mais uma proveitosa aula de Física :D
Er, não.
Na verdade, não foi lá muito proveitoso. Quero dizer, foi, mas eu não entendi muita coisa ._.
Fomos depois embora... E, depois de me despedir de todo mundo (e tomar consciência de que certas coisas não são como parecem ser), eu desci na estação Santana e dei uma MEGA volta em direção ao CEPAV, pra me encontrar com meus amiguës ex-hortais *-* (que logo fui descobrir, traíras, que eles pretendiam me pregar uma peça que envolvia um menino querendo roubar meu relógio - que, ironicamente, eu esqueci ele em casa rs; mas eu não cai nessa - não dessa vez, meus caros). Depois me muito discutir sobre quais dos ônibus lotados de gente (farofeira), resolvemos (vide, Giovanni) nos enfiar em uma e furar fila. Mas ele foi barrado por uma mulher mana-do-gueto. Hmf, vai mexer com eles!!? Devia ter levado bala (brincadeira rs - ou não).
Pegamos um Jd. Pery (q, sem comentários pra decadência) e juntos, pegamos o maior tráfico da hora do rush ever :D Ok, nem foi tão grande assim - mas foi, um pouco.
Depois de nos despedirmos do nosso amigo e meu-companheiro-de-blog Gi, só demos eu e a menina-Lolô no bus ;D E foi engraçado, porque tinha um menino bizarro que olhava pra minha cara de uma maneira muito estranha quando eu falava com ela (do pseudo-roubo no metrô, by the way), e por nós termos cantado/dançado no meio da macabra-but-cute avenida Santa Inês (macabra só porque era de noite; geralmente, ela é muito legal), e por termos (pela Lolly) arrancado a cabeça de um ato de vandalismo-explicito, hmf (pseudo-denúncia).
Bom, depois de termos nos despedido (e eu ter tirado meu mp4 da mochila e, coincidentemente, estar na música que nós tinhamos ACABADO de escutar), eu me dirigi pra minha casa - e vi um episódio de Friends e outro de Sakura Card Captors *-*
Well, esse foi a minha/nossa sexta-feira. Qual foi a sua? :D Deixe comentários!!! (brincadeira, nós não queremos saber - ou queremos, mas não contamos isso publicamente ;x)

OBS1. Amanhã eu vou viajar com a minha família :D E só estarei de volta domingo à noite, então... Wish me luck.
OBS2. Estou realmente acabando A garota Americana agora ;D
OBS3. A PGA está chegando o.o

Arrastão na frente da minha escola!

Hoje de fato a bruxa estava solta! Imaginem, sexta feira, todos com foguinho no rabo, todos doidos para soltar a franga curtir o fim de semana. Nosso dia poderia ser um dia comum, e de fato foi -n, não ocorreram coisas que gostariamos de relatar. Hoje eu e a Lolly custamos a conseguir trazer nosso pequeno gogo-boy matutino, Gui, para nosso humilde e podre Colégio Estadual Padre Antônio Vieira, vulgo CEPAV, amigües. E após muito comemorar, surge a idéia (modéstia a parte, do gostosão aqui) de pregar uma peça ao nosso estimável amigo, mas qual seria a pior peça a ser pregada à ele? Lembrando do post anterior, lembrei do medinho dele aos possiveis malandros do CEPAV, surge a luz: simular um assalto ao Gui *-* Agora só faltava o cargo de assaltante, que foi preenchida pelo nosso amigo Jr.
Ok, após nós sairmos do senac, a Lolly parecia tão radiante, arrancando buzinhinhas e assobios dos taxistas hotinhos, enquanto comia seu almoço (prato do dia: torta de calabresa), rs. O resto do da foi se desenrolando, como sempre. Até chegarmos no fim da tarde, o começo do plano de 'borração' no Gui.
Todos ficaram em seus postos na frente do CEPAV, esperando o atrasadinho chegar. Quando surge ofegante, do lado oposto ao metrô, ele, que havia dado a volta no quarteirão por não saber que nossa escola ficasse do lado do metro-grande (vide chaves), e no ponto para ser assaltado. Com seus oculós gigantes, seu tênis nike, sua camiseta iS2nr, sua calça skinny, HAHA, mentira, ele tava bem bregão, ops :x Começa o nosso plano e a Lolly como é otima atriz coloca nosso pato em linha de tiro, mas parece que o tiro pela culatra. Pois quando o assaltante 100% zn jr chegou, parecia mais que ele era um amigaço do gui, que começaram a conversar sobre o tênis legal dele, sendo que era o mesmo que o Gui usava! A risada rolou e a farça foi por agua a baixo. Só nos restava apresentar nossa escolhinha para ele. Ok, vamos embora! Quem disse que conseguiriamos, 18hs30, sexta feira, terminal de santana, acho que iamos embarcar pra casa neste dia.Todas nossas tentativas de furar fila falharam! Tipo, a mulher brigou comigo porque eu tava furando a fila do JARDIM ANTÁRTICA, se eu fosse furar a fila, eu furaria com algum ônibus de mais nivel, francamente! E quando conseguiriamos ficar numa fila, olhávamos outra com menos gente, porém, quando saiamos de uma, o ônibus acabara de chegar. Foi triste, e só uma salvação seria possível, e ela veio, mas nós negamos! Isso mesmo, até Jesus Cristo veio em forma de mendigo, oferecer pão de queijo, perguntando se nós eramos ricos, deveria ser uma metáfora, mas não nos caiu a ficha ainda. Mas finalmente conseguimos ir embora sãos e salvos a nossos lares, sem conseguir pegar a peça no Gui, mas a próxima ele não escapa!



Obs.: Amanhã é aniversário do Marcel, dêem os parabéns a ele no orkut, beijos.

2 de abril de 2009

ETA, que nice!

Hoje na minha aula de inglês eu conheci um inglês (pseudo-paradoxo?) :D
Tipo, de verdade. Isso é estranho, eu nunca tive esse tipo de contato antes - mas foi legal, porque eu consegui entender tipo, tudo (algo que eu achei que nunca conseguiria; pelo menos, não agora) *-*
O nome dele é Chris (que só depois, bem depois, viemos saber que é de Christopher q) Hunt (caçar?). Ele é amigo de uma professora minha, e acho que vai ficar aqui por uns cinco ou seis meses a trabalho (foi engraçado, ele zoou muito os sotaques diferentes [principalmente os do nordeste rs], e os da Inglaterra também, eu não sabia que era tão diferente assim). O pessoal da minha sala fez umas perguntas pra ele, e ele respondeu elas e falou tipo, muito. A gente passou uns 30 min só ouvindo ele falar --'
Ele não fala muito português - só algumas palavras, ou pseudo-sentenças. E ele deve gostar muito de açaí, by the way ._.
Depois a gente desceu pra ver um filme, que meio que já estava previsto (e dentre as opções, a gente escolheu o famous Mean Girls [se por algum acaso do destino vocês ainda não assistiram, assistam; dica]), com popcorn e tudo o que temos direito! ;D
Whatever, só sei que no final só ficamos eu, ele e minha professora - e logo ela teve que ir também, e eu tive que ficar com ele (o que foi meio bizarro, wtf). No fim, o final do filme não rodou no dvd e eu tive que explicar todo o fim pra ele (que redundante) q. Mas até que foi engraçado, ele riu demais do filme - o que era meio estranho, acho que ele devia ter umas piadinhas particulares ._.
Tantofas, eu só queria compartilhar isso mesmo... E dizer que amanhã é mais um dia de Paulista (dessa vez eu vou com minha amiga K, só pra não ir sozinho mermo), e depois eu talvez encontre meus amiguës do CEPAV :D
Me desejem sorte, e um colete à prova de balas - it's gonna be wild! (er... q) ;D

OBS. Ontem eu comecei a assistir Gossip Girl de novo *-* Mas eu não entendi quase nada, já que eu não vi quase nenhum episódio da segunda temporada q. Mas foi legal rs ;D
OBS2. Eu estou quase acabando de ler A garota Americana (se vocês também não leram, leiam; outra dica) HSUASAUH, acho que eu acabo amanhã... E acho que eu vou começar a ler HP again :B Afinal, faltam 105 dias *-*