ETA, que aniversáriante! | ETA, que teta!

30 de outubro de 2008

ETA, que aniversáriante!

E com vocês, O diário da Lolly, justo em seu aniversário. Parabéns Lolly, nós do Eta, que teta! te amamos...
Gi e Gui.

Obs.: Nossos comentários estarão entre colchetes e em negrito e preto. Os da aniversariante, em vinho. Ótimas risadas!



O DIÁRIO DA LOLLY [versão: comentários entre colchetes]
capítulo 1
UMA ESTRANHA NO NINHO


Coloquei meu All Star e fiquei sentada na cama pensando. [Gui: Er... Pensando?]
Só naquele momento eu me tocara que as férias,haviam chegado ao fim.
Material novo, uniforme novo, professores novos [Gi:Nem tão novos assim] e uma nova missão: tentar fazer amigos novos. [Gui: Tipo, Missão Impossível 4]
Eu particularmente achei a tarefa de fazer amigos novos a mais complicada de todas,tem sorte quem não é assim tão tímido igual a mim.
Mas pra dizer a verdade, o que eu queria mesmo era não ter saído da minha antiga escola.Naquele momento em que eu me aproximara do portão de entrada da nova escola a única coisa que eu queria era sair correndo de volta pra antiga.
Mamãe tentava me tranquilizar "calma filhinha vai dar tudo certo". [Gui: "... Só vão rir um pouquinho da sua cara, meu amorzinho"]
As palavras dela não faziam o menor sentido naquele momento."E se não gostarem de mim?"."E se eu fosse excluída?" [Gi: E pelo jeito deu certo]
Foi quando finalmente meus pensamentos foram interrompidos pela voz de mamãe."Lolo é agora,boa sorte!". [Gui: Menina-Lolô! :D]
Entrei pelo enorme portão verde [Gui: Enorme?], mas aonde seria a sala da 5 série?
Pedi ajuda para uma mulher meio corcunda [Gui: a mulher do Corcunda de Notre Dame?], magra de cabelos cacheados.
Quando eu finalmente consegui encontrar a sala de aula da Quinta série, aí realmente parecia que eu iria mesmo precisar da boa sorte que minha mãe me desejara.
Ali naquele ambiente de meninos e meninas [Gi: e o Gui também] podia-se ver de tudo ou pelo menos quase tudo.
Quando finalmente tomei a santa coragem que me faltava,entrei na sala,ouvia cochichos por todos os lados:"mais uma novata","Essa deve ser novata". [Gi: Cena de filme americano]
Juro a vocês que quase desmaiei,não passava tanta vergonha desde a vez que minha mãe me vestira de um cogumelo para um concurso de fantasias. [Gui: Comoassim? HUAHSUHAU]
As carteiras estavam todas ocupadas onde eu me sentaria? [Gui: No chão, filhotinha, no chão]
Foi quando uma garota de toca colorida com cabelos cacheados acenou para eu me sentar ao lado dela e de uma menina de cabelos lisos e com óculos.
O nome da menina de cabelos cacheados era Maria Fernanda, e o da menina de oculos Luisa Seriam elas as duas meninas que eu passaria junto o resto do ano?
Essa pergunta não fazia importância naquele momento. [Gui: Nossa, né. Tipo "tanto faz, quem liga?"]
Fui caminhando por entre o chão coberto de malas e driblando as carteiras. [Gui: Como se dribla carteiras?] "Ufa!muito obrigada pelo lugar.Meu nome é Lohaine e o de vocês?"eu disse tentando soar o mais agradável possível. [Gui: É o que todos tentam, Lolly, e a maioria deles falham]
Bateu o sinal, professora entrou na classe a primeira aula era de espanhol e ela pediu que os alunos se apresentassem para ela poder nos conhecer melhor.
"Putz"- pensei na hora- "falar na frente de todo mundo!" O que será que eles diriam quando eu me apresentasse? [Gui: "... Será que iam me fuzilar?"]
Ok,ok!Eu estava prestes a me humilhar na frente de 33 alunos o que havia de mal? [Gui: Er... A humilhação pública?]
O problema nem era ficar na frente da turma e falar, era o meu nome. [Gui: "... Josefa. O nome que a minha mãinha me deu"]
Lohaine,um nome pouco conhecido. [Gui: ... Não era Josefa?]
Lohaine um nome diferente vindo de uma menina diferente que vinha de uma escola diferente.A idéia de que a minha vez de dizer isso para trinta e três alunos me ouvirem me apavorava cada vez mais e eu sabia que não ia conseguir escapar dessa, pior do que isso eu sabia que minha vez estava chegando. [Gui: Tipo, "... A hora da minha morte está chegando]
Mas antes de eu ter de responder a estas perguntas em voz alta, eu tive de responder em voz baixa para um menino que se virara pra mim e me perguntara de que escola eu havia vindo.
Guilherme? Foi isso que ele disse?É acho que foi sim.Eu estava tão nervosa que nem dei atenção ao nome do garoto. [Gui: Obrigado pela consideração, Menina-Lolô ¬] E respirando fundo eu respondi a pergunta que ele me fez.Mas não teve de ser assim em voz tão baixa, pois eu vi a professora olhando diretamente para mim e me perguntando: "E você, qual seu nome, de onde você veio, você já estudava aqui?" [Gi: Esqueceu a parte do "Bem-Vindo ao Externato Horto Florestal"]
Malditas perguntas. [Gui: Lolly a beira de um ataque esquisofrênico?]
Naquele exato momento deparei-me com uma mulher ruiva, com mais ou menos os seus 42 anos de idade,olheiras profundas e óculos na altura dos olhos. [Gui: Não, na altura do cú]
"Me-Meu nome é Lohaine.E vim do-do Bettelheim."respondi à mulher.
"Nunca ouvi falar.Mas mesmo assim,bem vinda ao Externato Horto Florestal!"
Poxa vida!toda essa humilhação só para depois ela dizer ‘bem vinda ao Externato num sei das quantas?’’ [Gui: Sim, Lolly a beira de um ataque esquisofrênico]
Sentei e não respondi mais nada. [Gui: Submetida desde rapariga]
Ai que vergonha! Nunca vi tanta gente desconhecida olhando pra mim de uma vez!Tudo bem,só duas vezes no festival de talentos da minha antiga escola, mas tirando isso mais nada. Mas a apresentação fora mais um obstáculo resolvido Bom, pelo menos por aquilo eu havia sobrevivido! [Gui: Será?]

capítulo 2
O RECREIO


Eu também havia sobrevivido a uma aula de inglês(ai que medo da professora nova,parecia uma maluca)! [Gui: Tá vendo, até quem nunca olhou pra cara dela acha isso HSUAHAUHUA] Mas finalmente chegara uma das horas que eu mais temia: o recreio. [Gui: Tchãn tchãn tchãn tchãããn]
Sai caminhando pelo pátio sem rumo algum, [Gui: Tipo, uma doida andando pra lugar nenhum] foi quando avistei uma garota sentada sozinha num canto.
"Ela deve ser nova"pensei [Gui: "... Pelo menos, eu não me ferro sozinha!"]
"oi"disse eu confiante.:
"ah oi,você é uma das alunas novas não é?Prazer Carolina.Seu nome é...Lo-Lohaine não é mesmo?"
"isso mesmo,muito prazer Carol"
Bingo!Mais uma amiga nova!
"Senta Lohaine" [Gui: E foi aí que tudo começou]
Fiz que sim com a cabeça. [Gui: ... Não disse?]
"Que tipo de música você curte?" [Gi: Assunto principal de pessoa sem assunto]
Ah esse assunto era o meu predileto, música!Desde que me entendo por gente,essa coisa sempre fez parte de mim! [Gui: This is real, this is meeeeeee]
"Eu amo Rock e Pop rock!" respondi com um sorriso confiante. [Gui: Ela gostava de RBD, lalalala]
"que tipo de banda?"
Banda?! Ah,isso era facílimoo,Avril Lavigne [/BREGA, GIOVANNI EU MATO VOCÊ, BJS] [Gui: Écuti]
"olha..."comecei eu
"Eu amo Avril Lavigne!"
"tah brincando?Eu também!"
Bingo de novo! [Gui imaginando vários velhinhos, incluindo a Menina-Lolô, no bingo. Bingo!, Bingo! ¬] [Gi: Tia Cidinha, Raiinha do Bingo]
Uma amiga que era fã de Avril?Isso sim que era sorte, e das grandes!
"na verdade eu comecei a gostar por influência do Andrey":disse Carol dando um suspiro e um daqueles sorrisos apatetados de garota boba,sonhadora e...apaixonada. [Gui: Subliminarmente chamando a outra de pateta...]
"Andrey?" perguntei. [Gui: Lolly querendo partir pra cima do bofe HUAHSAUHAU]
"É, você ainda não conheceu ele?" ela me perguntou com uma feição de assustada.
"Não,eu não sei quem é!"
"Como te explicar em novata? Eu estou apaixonada por ele desde...desde ah nem sei mais!' [Gui: Essa é pro Filipe ler]
"nossa!"
"Lohaine sei que é estranho mas preciso da sua ajuda" [Gui: Eu acho que foi aqui que tudo começou]
"pode falar!" [Gui: Sim, definitivamente foi aqui]
"vai rolar uma festinha na casa da Nath" [/poynter q]
"quem é Nath?"perguntei com cara de interrogação. [Gui imaginando alguém com uma cara na forma de um ponto interrogação]
"é uma menina" [Gui: Juuuuuuuura?]
"hã..."ok claro que era uma menina,ia ser oque?um ET um Óvni? Pelo amor de Deus né? [Gui: Sei... A Lolly devia achar que era outro bofe pra ela pegar] [Gi: Uhuu, Lolly pegadora :x]
"O andrey vai,e eu quero fazer uma ceninha de ciúmes pra ele,mas eu não sei como." [Gi: Estava vendo muita Floribela]
Por incrível que pareça eu estava armando um plano para uma suposta garota que eu só conhecia há minutos.
Ok ok,parecia fácil mas nós precisávamos de um garoto para essa cena,mas quem?
"uma sugestão Lohaine?"disse Carol.
"Claro!”fiz com aquela cara de ‘se não fosse incomodar’dêr [Gui: - Por favor, queira entrar! - Depois da senhora!]
"Que tal o Guilherme?" [Gui: Sim, o Guilherme, aquela mula de carga ¬]
Guilherme,Guilherme quem era Guilherme? [Gui: De agora em diante, o seu pior pesadelo] Ah já sei o menino da aula de espanhol [Gui: Arriba!]
"Ok !Vou falar com ele."disse eu me levantando [Gui: Ainda bem, achei que você era uma tetraplégica]
Me dirigi até uma rodinha de meninos. [Gui: "... Algum bofe?"] [Gi: Foi ai que o Mauro gamou na lolly] O Ao lado dessa rodinha havia um garoto de mais ou menos 1,55 de altura,de cabelos castanhos,bem lisos e olhos que pareciam duas jabuticabas. [Gui: Primeiro de tudo, eu não tinha um metro e meio na quinta série ¬; Segundo, meus olhos pareciam duas... Jabuticabas?]
"Oi!"disse eu ao menino que parecia bem tímido
"Oi"ele respondeu
"Ó quero que você ajude eu e a Carol num plano!"disse eu, na maior naturalidade.Lohaine minha filha,você é louca ou oque?Falando com um menino sem ser o seu primo? [Gui: HUASHAUHAU e o Renatinho-Vampiro?] Estranhoo...eu sei lá ,nunca tive muito contato com meninos. [Gui: "... Só com meninas..." Hum]
Naquele exato instante pensei ‘Lohaine dê meia volta e vá embora!” [Gui: Que menina doida, Jesus Cristo...]
Mas respirei fundo e continuei a olhar para o garoto que agora mantinha-se com cara de espanto.
"Como?"perguntou Guilherme. [Gi: Sempre tem um tonto que não entede]
"Isso aí que você ouviu! [Gui: "... Não tá me escutando, mano? É isso aê mermo!"] Topa ou não?" [Gi: Silvio Santos]
"É acho que sim"
Mal sabia eu que naquele momento mais um grande amigo eu estava fazendo.[/ o mais irritante, bjs gui q] [Gui: Você sabe que me ama, vadia]
Bom, uma manhã aconteceu uma coisa estranha: eu estava tirando os meus livros do meu armário [Gui: Sim, isso definitivamente é estranho pra você], e uma menina esbarrou em mim.
A garota me olhou de cima até em baixo.
E abrindo um sorrisinho saiu andando [Gui: Sim, minhas teorias que no Externato só tem gente maluca se comprovaram... Gente doida, eu hein]
Não liguei.Cada gente estranha. [Gui: Tipo, olha só quem fala]
‘VOCÊ ESBARROU EM QUEM?”
Perguntou Carol indignada. [Gui: É impressão minha, ou isso tá parecendo um casal lésbico de senhoras?]
“Aah em uma menina da nossa sala,muito alta.Acho que o nome é...ahaa!Thaís!’
Carol continuava me olhando extremamente assustada.
“Qual problema Ca?”
“QUAL PROBLEMA?" começou ela.”o problema Lolo,é que ela é uma das patricinhas.Patricinhas não falam com a gente,muito menos abrem um sorrisinho pra você.” [Gui: Tipo, levando a auto-estima da quiança pra estaca zero]
Nem liguei muito pra ela. [Gi: "...aliás, a popular deeu um sorriso pra mim, pra que vou ligar pra ela?" ¬]
Voltei para a minha carteira e continuei lendo um livro. [Gui: Como ser Popular?]
“Oi novata”
Olhei para frente e deparei-me com a Thaís.Ela tinha tipo de modelo, os cabelos lisos,olhos castanhos e unhas perfeitamente feitas.Isso.Eu reparo muito nas unhas da pessoas,nem venha me jugar caro leitor ou leitora cada louco com a sua mania [Gui: Minha mãe repara nas orelhas das pessoas o.o] [Gi: Então tô ferrado Gui :s [/orelhudo] ] ,mas continuando...engoli a seco e sem pensar muito [Gui: Novidade?] respondi um ‘oii” meio tímido. [Gui: Pra quem não conheçe, aquele oi mais falso da Lohaine]
“Ah tipo novata,eu e as minhas amigas viemos te convidar pra você passar o recreio hoje com a gente.”
O queee?Era muito estranho. [Gui: Filha, você é estranha]
“Ok “respondi sorrindo.
“então a gente se vê no recreio”
Saí correndo e agarrei o braço da Carol e fui contar tudo a ela. [Gi: A Pegada da Lolly, uui]
Quando acabei de contar,Carol parecia ter visto um fantasma [Gui: ...Bú?]

Capítulo 3
O RECREIO ‘’POPULAR’’
[Gui: Popular?] [Gi: Popular? 2]

‘Quando me dei conta estava pulando no meio do pátio com Carolina, mico total. [Gui: Mico? King Kong, né, filhotinha]
Mas até foi divertido. [Gui: Pra quem assistiu, eu posso imaginar que foi]
‘’Hora de tomar lanche com as populares’’respondeu Carol dando uma piscadinha para Carol. [Gui: Carol dando uma piscadinha pra Carol? Nãoentendi] [Gi: Uma piscadinha interna . Duûur] E o que demais tem nisso?Por deus.
Começamos a seguir com as nossas bolsas [Gui: Nossas lancheiras, você quis dizer. No seu caso, uma provavelmente muito podre da Barbie, a Princesa e a Plebéia] para uma rodinha de 8 meninas que davam risadinhas,estilo aquelas de filme americanizado. [Gui: Não compare o Externato com uma escola americana. Não compare]
‘’ér..oii’’ disse tímida.Hum o que vocês queriam que eu falassem? [Gui: Elas não queriam que você falasse, só queriam rir da tua cara na sua frente]
Cada uma me deu uma olhada de cima até baixo. [Gui: Tipo... Nós vamos tomar lanche com isso?] [Gi: Ou tipo... Esse vai ser nosso lanche?!]
‘Oi novatinha e..’’ ela olhou para Carol que mantinha o sorriso mais ‘Colgate’ que eu já havia visto na vida. [Gui: Colgate tripla açããããããããããão] [Gi: Ahhh]
’oi eu sou a Carolina,amiga da Lohaine,’’ela foi mais simpática que a minha vizinha, nhargh!minha vizinha! [Gui: Que vizinha, fiilha? Nhargh!]
‘’aah oii Carolzinha’’PERA AIII GENTE,PARA TUDO ! ‘’CAROLZINHA’’?coisa mais bregation!Bregation é pior. [Gi: Falar Bregation que é brega :*]
‘’sentem-se garotas’’ [Gui: Acredite. Sentem-se garotas é muito mais brega]
Puxei a mão de Carol e me sentei ao lado de Carolina.
‘’apresentação,garotas’’disse Taís.Apresentação? aff. [Gui: Falou a Miss Não-Brega ¬]
Uma garota de pele bastante clara,cabelos negros,bastante negros se levantou e começou.
‘’Oi meu nome é Samara,mas pode me chamar de Sasá.’’ [Gui: Sasá Hussein] [Gi: Gui, rashei]
Em seguida uma outra garota bastante alta, e meio gordinha levantou-se. o Meu é Ana Paula’’ [Gui: Nossa, essa eu vou imprimir e dar especialmente nas mãos da Ana Paula]
‘’senta logo’’disse uma menina de óculos parecendo brava.
O nome dela era Ariel. [Gui: Under de Sea, under de seeeeeeeeeeeeeeea] [Gi: O sabão em Pó?!]
E por último uma garota com cabelos bem curtos e com algumas mexas bem repicadas,levantou-se com cara de poucos amigo e apresentou-se."Patricia’’disse ela levantando a mão esquerda. [Gui: "... A direita era amputada. Nós a chamavamos de cotoquinha"] [ olha você aqui Pati *-*]
‘garota metida’ pensei. [Gui: Iiih, chamou a mãe de coxinha, o pai de empadinha, e disse que ia comer os dois] [Gi: Essa frase é minha, humf]
Pra falar a verdade aquele recreio foi bem estranho. [Gui: Também, né, com essas personalidades... Você acha que seria o quê?] [Gi: Maaas eu sei que você sonha com esse recreio toda noite, Lolly]

5 comentários:

mr. potter disse...

não... creio :O
HSUAHSUAHSAUHSAU

patizoca disse...

você me odiava, bjs

:D disse...

EU ADOREI ISSO! maismaismais!!! ri demais UHSAUHASUHUHStem como eu comentar tbm um capitulo? *bicão

Giba disse...

rediija o seu e veremos o que podemos encaixar, hunf, IAUHAUIUHSAUH

:D disse...

seriam vaarios comentarios. viingadores na veeia, véi! er, nao